A resposta mais simples seria: resolução e preço, mas não seria necessário escrever esse texto se fosse assim tão simplório, né? Por isso, aqui serão apresentadas as diferenças da tecnologia para ajudar na escolha de quem quer comprar e nos argumentos de quem quer vender.

Mas antes, é preciso contextualizar: o que é resolução?

Ela é o elemento que indica a nitidez da imagem. Em painéis eletrônicos, como é o caso de TVs e monitores, a resolução é contada em pixels, que são pontos luminosos. Assim, quanto mais pixels por polegada, maiores são a nitidez e a resolução.

Então quer dizer que as TVs 8K são melhores?

Não necessariamente. Apesar dos painéis 8K terem maior resolução, em telas menores essa diferença é praticamente imperceptível a olho nu quando comparados aos painéis 4K. Assim, outras tecnologias utilizadas na TV podem ser mais relevantes na hora de comprar, como o processamento da imagem, a taxa de atualização e a qualidade sonora.

A diferença entre as duas TVs é melhor percebida quando a tela ultrapassa o tamanho de 65”. Em telas de mais de 80”, por exemplo, essa diferença fica bem nítida. Apesar de conteúdo com essa qualidade de exibição ser algo bem raro na atualidade, é algo que será resolvido com o tempo.

Para contornar esse problema, as fabricantes implantaram nas TVs uma tecnologia chamada de upscalling, que utiliza processadores de imagem com tecnologias como inteligência artificial para multiplicar artificialmente o número de pixels e, assim, adequar a resolução. Claro que o resultado não é a mesma coisa que um conteúdo produzido diretamente em 8K, mas já resolve bastante.

Além das limitações de conteúdo, a velocidade e a latência da internet hoje ainda são um tanto limitadas. Mas o advento do 5G e seus desdobramentos prometem uma revolução nesse mercado, com conteúdo de altíssima qualidade de imagem e de som que poderão ser assistidos de qualquer lugar que tenha sinal de rede. Além disso, com o passar do tempo, as 8K definitivamente ganharão popularidade e mais opções com a concorrência cada vez mais acirrada.

Portanto, para quem quer lucrar com a vendas de TVs supertelas, investir em TVs 4K para criar um bom estoque ainda é uma boa ideia. Mas para quem quer sempre estar a um passo à frente, é altamente recomendado que também tenha ao menos algumas unidades de TV 8K nas lojas. Assim, além de ofertar esse produto àqueles que já o procuram, a loja será vista como vanguardista, apresentando-se como referência nessa tecnologia.

E para abastecer seu estoque com as TVs 4K e 8K, conte com a expertise do Fujioka Distribuidor. No site e nas lojas físicas, é possível comprar com preços super especiais usando seu CNPJ, independente se é para revenda ou para uso próprio.

Gostou do conteúdo? Aqui e nas nossas redes sociais tem sempre novidade pra você. Até breve!


voltar para posts