voltar para posts

Indicadores de desempenho no varejo: mensurar para crescer.

21/01/2019

Grande parte do sucesso de uma empresa vem da capacidade de planejar e executar as estratégias corretas.Para isso, é essencial ter um controle gerencial articulado, com o acompanhamento constante das métricas que afetam o seu desempenho.É nessa hora que entram os indicadores (ou KPIs), que identificam e monitoram problemas, potenciais ou gargalos.Desta forma, eles auxiliam na tomada de decisões que podem, entre outros resultados, aumentar as vendas e o lucro, diminuir os custos e melhorar as operações como um todo.Grosso modo, são os indicadores que norteiam o varejo para o seu objetivo.br />
O que é preciso definir além dos KPIs?

Após definir os indicadores, é preciso que o varejista defina as metas para cada um deles.nbsp; Elas devem ser compatíveis com a realidade da empresa e são fundamentais por desafiarem e motivarem os colaboradores a alcançá-las.Além disso, deve-se definir a periodicidade no qual esses indicadores devem ser preenchidos, bem como revisados.?
?

Conheça os principais indicadores e como mensurar os resultados do seu negócio./span>?

Diante da importância do tema, analisamos, neste texto, os principais indicadores de vendas para o varejo.Confira a seguir:

1.Carteira de clientes - clientes são o pilar de qualquer negócio, certo? Mas, mais do que tê-los, é preciso organizar a sua carteira de clientes.Isso significa agrupar todos os clientes da empresa em diferentes categorias.Por exemplo, podemos agrupá-los pela frequência de compra, diferenciando os ativos daqueles que já não consomem nada há muitos anos.Não há um número fixo de categorias.Cada negócio deve descobrir quais são os grupos mais importantes dentro de suas peculiaridades: endereço, idade, gênero etc.

2.Faturamento - este indicador reflete todo o volume de dinheiro que entra na organização, o que demonstra a quantidade de vendas e o ticket médio.O gestor pode consultar essas informações no ERP da empresa ou com seu contador.No entanto, não se deixe enganar pelos números frios.Em algumas empresas, parte do faturamento global vem da remuneração de aplicações financeiras e outras fontes não relacionadas às vendas, o que pode distorcer a performance geral.

3.Ticket médio - conquistar novos clientes não é o único caminho para aumentar o faturamento e a lucratividade.Um bom exemplo são os indicadores que medem o ticket médio, que é quanto cada cliente gasta, em média, em cada compra que faz no estabelecimento.Assim, uma estratégia sempre eficaz é aumentar o ticket médio.Isso pode ser feito por meio de promoções em que um conjunto de itens é colocado à venda como partes de um kit ou combo.

4.Mix de produtos - outra estratégia interessante é melhorar o mix de produtos no catálogo.Se pegarmos como exemplo uma singela barraquinha de cachorro-quente, vemos que o ticket médio sobe quando o vendedor passa a trabalhar também com sucos ou refrigerantes.Isto nada mais é do que estimular a compra de mais coisas no mesmo lugar.Em outros casos, o cliente acaba dando preferência à empresa que ofereça um mix mais diversificado, o que afeta diretamente o desempenho das vendas.

5.Margem de lucro - nem sempre um número elevado de clientes representa lucratividade.Imagine a seguinte situação: um restaurante lotado em que todos pedem apenas um copo d'água.Por isso, muitas empresas optam por trabalhar com um ou outro produto em que a margem de lucro é bem baixa.Assim, podemos colocar um ítem em promoção na vitrine para atrair o cliente.Mesmo com a margem menor, é a oportunidade de vender outros produtos para o cliente que já está no interior da loja.
?

 

 

Existem outros KPIs que mensuram por exemplo itens por venda, custo com descontos, taxa de conversão de vendas, índice de inadimplência, entre outros.O mais importante é analisar e colocar em prática os indicadores mais essenciais para o desempenho do seu negócio.E no que diz respeito ao mix de produtos disponíveis no seu estoque, conte sempre com a parceria do Fujioka Distribuidor, um dos maiores distribuidores de tecnologia do Brasil./span>?