As criptomoedas foram criadas para descentralizar as operações monetárias das mãos dos bancos e, consequentemente, baratear e facilitar transações internacionais. Mas antes de entende-las, é necessário compreender a tecnologia que está por trás delas.

Blockchain é basicamente um sistema feito para rastrear o fluxo de informação existente na internet por meio de códigos em blocos que formam uma espécie de “corrente”. Apesar da tecnologia ter sido desenvolvida para que o Bitcoin pudesse existir, hoje ela tem diversas aplicações relacionadas à troca de informações.

As criptomoedas, como o próprio nome já diz, são moedas virtuais criptografadas, usadas pelos computadores pessoais e servidores independentes para realizar as operações financeiras. Cada pessoa pode ter moedas, adquiridas de forma fracionada, em carteiras digitais ou em arquivos salvos em um local seguro.

As operações ainda não têm regulamentações fortes no mundo e ainda não são consideradas moedas estáveis, mas vêm ganhando impulso nos últimos tempos e prometem ser boas alternativas de transações financeiras. Já existe a possibilidade de incluir criptomoedas na declaração do imposto de renda, por exemplo.

Como receber em criptomoedas no meu negócio?



Para receber em criptomoedas, é necessário ter conta em um site de gerenciamento de moedas digitais, como BitPay, Coinbase ou Bitcoin Core. Durante o cadastro, você pode escolher para qual moeda você quer que as criptomoedas sejam convertidas, caso queira.

A maioria desses gerenciadores cobram uma pequena porcentagem nas transações, mas aceitam diversas moedas além do Bitcoin, como Ethereum, Binance Coin, XRP, Cardano, Litecoin, Dogecoin e várias outras. Para lojas virtuais, o processo é ainda mais simples: é só integrar o e-commerce com um dos serviços intermediários de forma automática.

Outra vantagem das criptomoedas é que elas, em sua maioria, não precisam de internet durante a transação. Basta utilizar o Bluetooth ou o NFC do celular. Para facilitar esse processo, boa parte dos gerenciadores geram QR Codes, que são disponibilizados para que os clientes façam a transação com o próprio celular.

E se você quiser equipar sua loja com novos dispositivos para facilitar as transações com criptomoedas, como celulares, tablets, computadores e monitores, conte com o Fujioka Distribuidor e compre mais barato com seu CNPJ.

Gostou do conteúdo? Então fique por dentro, porque sempre tem novidade por aqui.


voltar para posts