Já pensou poder fazer transferências e pagamentos de uma forma bem mais prática, sem taxas para pessoas físicas e com recebimento quase instantâneo em qualquer hora e dia da semana? Essa é uma facilidade que muitos desejavam e o Banco Central pensou e criou: o Pix. Um formato de transação digital com todas essas vantagens que podem ser muito bem aproveitadas por quem tem uma empresa — não importa o tamanho, nem o segmento.

Perceba uma coisa: o fato da empresa pagar taxas menores que as de geração de boleto e de não ter que ficar esperando para o dinheiro cair na conta em algum dia útil pode representar uma grande mudança no fechamento do mês.



Mas como usar o Pix na empresa?



O Pix funciona através de chaves que são enviadas para as transações. Cada portador tem uma chave que é definida no momento do cadastro, podendo ser o CPF, número de telefone ou mesmo um número aleatório. Só que além das chaves Pix, as empresas podem gerar códigos de pagamento, que são disponibilizados em forma de texto, para copiar e colar, ou sob a forma de um QR Code, para ser lido com a câmera do celular.

Então, se a empresa for uma loja física, por exemplo, o ideal é disponibilizar um QR Code único para a loja, em que alguém da empresa ou o próprio cliente coloca o valor após a leitura. Há ainda a possibilidade de gerar um QR Code para aquele valor específico. Essa função já foi incorporada em algumas maquininhas de cartão e sistemas de caixa.



O Pix pode até ser um diferencial, mas brevemente estará mais difundido e será um modelo de pagamento comum. O método de pagamento tem tudo para crescer (e muito), e poderá inclusive oferecer outras vantagens além das taxas. Por exemplo: o pagamento pode ser confirmado rapidamente e a entrega pode ser despachada no mesmo dia, no caso de lojas virtuais ou televendas.

Isso, aliado a um atendimento humanizado e de qualidade, tem tudo para fazer empresas alcançarem novos espaços, principalmente com o crescimento exponencial do comércio digital. De agora em diante, será cada vez mais comum consumidores perguntarem sobre a possibilidade de fazerem seus pagamentos feitos com Pix. Por isso, é importante estar preparado.

Mas para que tudo isso funcione em plenitude, é preciso ter uma logística bem estruturada e, claro, um estoque que consiga atender a demanda. E para isso, você pode contar com o Fujioka Distribuidor.

Gostou do conteúdo e quer ver mais como esse? É só ficar ligado aqui no blog e nas nossas redes sociais. Até a próxima.


voltar para posts